google-site-verification: google5518efc0d93fea89.html
https://www.blogger.com/blogger.g?blogID=193955005097401183#pageelements

quarta-feira, 2 de março de 2011

Estou muuuuito feliz hoje :-)

Choquinho



Uma pessoa que conheco muitissimo bem tinha um choque na panturrilha ha dez anos. Como ele acontecia? Cada vez que ela entrava num local com ar condicionado, ou saia num lugar que tinha um pequeno ventinho, ou ia 'a praia, ou entrava no mar ou piscina. Ou seja, um pequeno e sutil choque termico fazia com que ela sentisse uma dor tao forte que a fazia parar de andar. Parar de respirar, inclusive, nos ultimos tempos.

A dor era tamanha que ela teve que, em alguns momentos de dor forte, usar uma bengala, pois era praticamente inviavel caminhar sem um apoio, pois parecia que "algo" estava puxando a panturrilha dela pra baixo, a ponto de nao conseguir caminhar.

As dores forem se intensificando. E, no verao, ela transpirava 'a noite. O suor esfriava e... causava o tal "choquinho", mesmo enquanto dormia. Obviamente, caro leitor, ela acordava com tamanha dor, que em muitas vezes perdurava por mais de uma hora e meia.

Mas o que seria isto?

Dez anos de tratamento. Ela ja ate havia vendido um apartamento pequeninho que tinha para investir em medicos e pesquisas. Os papas da neurologia e dos hospitais de dor em Sao Paulo, cidade que teoricamente tem os melhores e mais dedicados medicos, nao conseguiam diagnosticar.

Exames como ressonancia magnetica, eletroneuromiografia e tomografia computadorizada nao acusavam nada, mesmo que (devido ao frio da sala do exame) desse o tal choquinho na perna dela no momento do tal exame.

Enfim... dez anos se passaram e ela foi se acostumando. Mas a dor foi piorando.

Finalmente em 2010 ela decidiu focar isto em suas meditacoes diarias e em sua espiritualidade. Fez tratamento espiritual, meditacoes constantes para visualizacoes da cura etc.

No terceiro dia de 2011 ela, em uma de suas meditacoes, teve uma lembranca: uma lembranca de algo que havia acontecido dez anos atras.

O que seria isto tao importante e forte?

Ela havia se recordado que tinha um grande amor, um grande amor talvez platonico. E que ao sair da empresa onde aquela pessoa estava, nao estava sofrendo pela saudade da empresa e dos colegas, mas sim estava sofrendo ardentemente e inconscientemente pela falta dele.

Incrivelmente, dois dias apos esta descoberta, surgiu um "caroco" na panturrilha dela. Um caroco incrivel e visivelmente grande. Que, ao toca-lo, automatica e instantaneamente voltava a ter o tal choquinho.

Dois dias depois veio a cirurgia: a retirada do tumor.
Felizmente 15 dias depois a biopsia negativa e' claro :-)

Toda aquela magoa se solidificou num tal choquinho e ficou por tantos anos incomodando minha amiga, ate se cristalizar num tumorzinho de 2 cm.

A meditacao e' algo extraordinario mesmo.

Agora ela esta' tao feliz que fica duas horas na piscina por dia. Livre de dores e feliz de estar na agua gelada.

Aquele amor? Houve uma chance um dia. Muito platonico talvez. Niveis sociais muito diferentes.

Se ela ainda o ama? Sim. Muito provavelmente e' e foi o amor de sua vida.

Mas a vida e' assim. Tudo passa. E a gente evolui.

A piscina com agua gelada? Nao tem preco.

O casamento dele? Vai bem, obrigada :-)

O sabio homem




Eu gosto muito de quebrar paradigmas. Eu gosto mesmo.

Hoje vi um quebrar-se.

Quando voce conhece um homem sabio, o que imagina sobre ele? O que idealiza sobre ele?

Na verdade eu ou voce nao deveriamos idealizar ou imaginar nada, ja que a vida e' unica e exclusivamente dele, mas normalmente temos nossos pre-conceitos.

Um homem sabio normalmente nao erra. Ele ensina mais do que aprende. Ele monta estrategias que jamais voce poderia imaginar em conceber.

Mas um homem sabio, caro leitor, e' um homem.

Ele e' de carne e osso. Osso e vertebras e tudo mais.

Hoje vi um chorar. E como chorou. Ele chorou de tremer os labios. Ele chorou sentidamente sentido.

Mas um homem sabio chora? Sim, caro leitor. Ele chora. Ela ama, ele sofre, ele ri, ele evolui e e' justamente por isto que ele chora.

Chorar nao e' pra qualquer homem. Ele tem que ser sabio.
E de uma sabedoria gigante tal, que possa faze-lo suportar o dia seguinte.

Este homem, caro leitor, e' um homem comum. Um homem sabio, mas comum.

Os sabios aprendem? Sim. A cada dia que passa. A cada segundo.

E eu? Continuo aprendendo com o sabio. Eu ensino tambem. Mas estou certa de que o sabio tem esta sabedoria redundante que me contagia e que me faz querer aprender mais.

Beijos e Sorrisos
Dora Machado

Deixa a tristeza pra la


Pessoal, milhoes de desculpas (sem acentos - computador de casa e' um mac - e' muito complicado colocar os acentos hihihi)

Incrivel como as pessoas colocam desculpas nos outros ou nas outras coisas para os pessimos estares delas. Elas nao ficam felizes porque o outro olhou torto. Nao ficam felizes porque o outro nao olhou. Ou porque nem encontrou o outro.

Incrivelmente incrivel como as pessoas dao desculpas e justificativas o tempo todo (os tais "Veja bem!", plageando um grande homem que conheco). Justificativas totalmente sem fundamento so para representar o que elas gostariam de ter feito e nao fizeram.

Enfim... "cada um com o seu cada um", ja dizia um colega meu de trabalho.

Nao adianta reclamar, blasfemear, inventar, justificar. O fato e' que voce esta' aqui, agora, lendo um texto de uma maluca que provavelmente nem conhece, falando de que provavelmente voce faz algo que deixa a desejar na sua vida.

E quem e' esta mulher que tem este direito de te abordar desta maneira?

Ela e' uma mulher que esta' super mega hiper feliz com tudo o que tem e o que construiu. Independente de ser material ou sentimental ou amoroso ou ou ou. Ela so quer te dizer que o bom da vida e' viver momentos felizes o tempo todo.

Como?

Curtindo todos eles.

Mas o que fazer com os que nao sao tao felizes?

Ora... "faca do limao uma limonada", ja dizia Rene.

Ninguem e' perfeito. Mas ficar ai reclamando tambem nao da jeito :-)

Deixar a tristeza pra la significa exatamente isto: nunca dizer nunca. Nunca dizer jamais. Nunca dizer que nao pode. Nunca dizer que nao vai.

A tristeza existe. Temos sim que passar por ela. Passar nao significa "mergulhar".
Passar e' redundantemente uma "passagem".

Como dizem os budistas: "acolha".

Hoje estou feliz. Porque e' o ano de Mercurio que rege Gemeos, que e' meu Signo? Nao.
Estou feliz porque estou aqui. Estou aprendendo, estou ensinando, estou amadurecendo e porque nao dizer, errando.

Eu amo minha vida.

Ah... e os que acham que isto e' exagerado?
Nao me importo. Gosto dela mesmo assim :-)

Beijos e sorrisos
Dora Machado

Entrevista de Dora Machado na Automotive Business TV

Pessoas
Estou super feliz em poder compartilhar com voces:


http://www.automotivebusinesstv.com.br/videos.aspx?idcat=15&dscat=Incr%C3%ADveis+Mulheres+Automotivas&id=393&title=Incr%C3%ADveis+Mulheres+Automotivas+-+Dora+Machado%2C+da+Ceva

Bjus e sorrisos
Dora